A demanda por conteúdos em vídeos continua a crescer, fazendo com que as empresas estejam sempre atentas a essa tendência. O uso do audiovisual possibilita o aumento de tráfego, captura de novos leads e vendas mais significativas. Mas, para garantir o sucesso da estratégia, aspectos como o formato e o tempo de duração do material devem ser observados, tendo sempre em vista quais os públicos e os objetivos a serem alcançados.

Seja qual for o propósito, os vídeos curtos têm funcionado muito bem, principalmente pela capacidade de envolver o espectador e se adaptar à capacidade de concentração cada vez mais curta dos consumidores nos dias de hoje. A probabilidade de um conteúdo com menor tempo de duração ser visto por completo é maior, o que significa mais engajamento e uma melhor compreensão da mensagem transmitida.

Quer saber mais sobre vídeos curtos? Acompanhe os passos para uma produção eficiente!

 

  • Determine o seu objetivo

 

Definir um objetivo específico para cada vídeo produzido é essencial. Caso contrário, o material não terá funcionalidade, tornando-se desperdício de tempo e dinheiro. Um conteúdo pode ser pensado para chamar atenção para a marca, enquanto outro busca gerar leads, por exemplo. Quando estiver determinando para qual fim cada vídeo será feito, lembre-se também de que eles precisam ser mensuráveis, específicos e realistas.

 

  • Escolha o estilo do vídeo

 

Existem diversos estilos de vídeos curtos: gif, animação, live action e outros. Antes de criar um conteúdo é preciso entender qual desses tipos será mais funcional. A escolha deve fluir naturalmente com o objetivo definido anteriormente. Uma animação pode ser muito eficiente para colocar uma empresa em evidência utilizando o humor como estratégia. Se a intenção for provocar uma resposta emocional, talvez uma filmagem cumpra melhor o papel. O orçamento disponível e a estrutura da empresa também devem ser observados antes da definição.

 

  • Busque uma produtora

 

As novas ferramentas trouxeram muita facilidade para a produção de vídeos. Com isso, algumas organizações tentam criar o próprio conteúdo audiovisual sem o apoio de profissionais e sem a prioridade necessária. O resultado, infelizmente, pode ser desagradável: vídeos sem impacto criativo, que não geram reações. Procure uma produtora responsável, que tenha trabalhos bem executados e que se importe em compreender quais são os objetivos a serem alcançados com cada material.

 

  • Decida os meios de divulgação

 

Não adianta produzir vídeos curtos incríveis e não se preocupar com a promoção desses conteúdos. É preciso alinhar os objetivos com os meios de divulgação. Hoje, redes sociais como o YouTube, o Facebook e o Instagram estão sendo muito eficientes, graças ao grande número de usuários e de tempo dedicado à elas. O primeiro, por exemplo, tem mais de um bilhão de visitantes únicos e seis bilhões de horas assistidas de vídeo todo mês.

Agora você já sabe como os vídeos curtos podem ser eficientes na sua estratégia de marketing digital e quais são os passos a serem seguidos para que eles possam te gerar tráfego, leads e vendas! Gostou? Deixe a sua opinião nos comentários!